Voltar para o blog

Mimetismo na decoração: saiba como combinar cores e texturas nas paredes

O mimetismo é uma palavra usada para descrever a capacidade que alguns animais têm de se parecerem com outros, como um mecanismo de defesa ou ataque. Diferente da camuflagem, tem o efeito de atrair atenções e olhares. Essa palavra vem sido muito usada no universo da arte, moda e decoração.

Atualmente, existem muitas formas de reproduzir uma série de texturas, utilizando materiais diferentes. O papel de parede com cara de tijolo à vista e o vinil que imita o couro, por exemplo, podem renovar qualquer ambiente. Sem esquecer do porcelanato, que além de prático e duradouro, também pode trazer uma série de texturas.

Se você faz parte do time que adora madeira, aproveite! É possível reproduzir com perfeição a aparência, utilizando muito outros materiais. A tecnologia atual faz com que a aparência dos detalhes seja capaz de se confundir com uma peça de material original.

Observando as características de cada material escolhido, você pode utilizar em qualquer ambiente. Um porcelanato o cerâmica com textura de madeira, por exemplo, pode ser utilizado em áreas externas e molhadas.

E como combinar bem texturas com cores nas paredes? Use e abuse do círculo cromático! Representado pela primeira vez em 1666, por Isaac Newton, ele é ótimo para ajudar a acertar as combinações de cores.

As combinações mais comuns são:

- monocromia: apenas uma cor, que pode estar em diferentes tons, também conhecida como tom sobre tom.

- analogia: cores que aparecem juntas em sequência no círculo cromático. Não há contrastes porque todas têm uma cor em comum.

- complementar: também chamada de harmonia oposta, combina cores que ficam opostas na roda de cores mas se complementam.

 

Ainda ficou meio em dúvida? O amarelo é uma cor que combina bem com o vermelho, roxo, verdes e alaranjados, por exemplo.  Além disso temos a combinação preto – branco – amarelo, que fica muito bem na composição. Caso queira dar um pouco mais de vida ao seu ambiente, pode optar por uma peça com alguma cor forte.

Gosta de algo mais vibrante e contrastante? Azul e laranja são cores complementares e que sempre ficam lindas! Você pode completar a decor com tons de bege e marrom, que podem estar presentes em texturas ou pequenos elementos, como almofadas.

Se mesmo depois de pesquisar bastante e conferir várias referências você tiver dúvidas ou não se sentir seguro o suficiente, contrate o trabalho de um arquiteto ou decorador de interiores, de acordo com a necessidade do projeto. Além de trazer ideias inovadoras, ele certamente vai ajudar você a economizar tempo e investimento.